quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Em defesa do Quebra-Costas

Criámos um grupo no facebook: Em defesa do Quebra-Costas. Quem queira discutir e defender o Quebra-Costas junte-se a nós. Basta pesquisar no facebook: Em defesa do Quebra-Costas.

O Programa Montemor Pedra a Pedra contempla a remodelação da Rua do Quebra-Costas destruindo completamente uma referência patrimonial, uma marca e símbolo de Montemor. A destruição tem um preço e não são os 204.599,41€ que constam no orçamento do programa, mas a História. Por isso, nos insurgimos: Em defesa do Quebra-Costas.

«Para quem não sabe, o nome desta famosa rua do Centro Histórico não está ligado ao facto da sua subida ser difícil ou de se partir as costas ao subi-la, mas sim ao facto de esta rua vir cortar a encosta muito íngreme que ali existe.
Só possuímos referências conhecidas para esta rua no século XVII, no entanto, penso que deve ter sido construída ainda durante o século XV. Neste século estavam já activas as duas praças da vila – a Praça Nova no Castelo, mas fora de muralhas e a Praça do Arrabalde, actualmente, o largo da Junta de Freguesia de Nossa Senhora da Vila. A Rua do Quebra-costas seria assim a via mais directa para ligar estes dois importantes pólos das actividades sociais e económicas de Montemor quinhentista.»

Texto retirado do blogue http://montemaior.blogspot.com/2005/05/rua-de-quebra-costas.html

1 comentário:

  1. Já se deu ao trabalho de consultar o projecto na CMMN.

    ResponderEliminar